Como Evitar o Desenvolvimento da Cárie
oral-b products
ovelay
oral-b products
headerfirst headersecond headersecond
   
Arrow Left Voltar ao Buscador
   
oral-b products
buynowheaderfirst buynowheadersecond
oral-b products
headerfirst headersecond
oral-b products
headerfirst headersecond
young girl with lollipop

A cárie é fruto de um processo que envolve perda e substituição de sais minerais do dente com o passar do tempo, em resposta aos ataques ácidos diários que ele sofre pela ingestão de alimentos. A formação da cárie pode ser evitada com a ajuda do dentista: basta seguir sua orientação e alimentar-se corretamente, nos horários certos, evitando comer entre as refeições principais. E escovar os dentes com pasta à base de flúor pelo menos duas vezes ao dia é uma medida essencial para equilibrar a guerra que se trava na superfície do dente e combater o processo de deterioração que resulta na cárie. Vamos examinar esse processo.

O que é a Cárie?

A formação da cárie envolve dois fatores principais: • Alimentação • Bactérias presentes na placa • Estado de saúde da boca As bactérias interagem com os alimentos ingeridos e produzem resíduos na forma de ácidos que provocam a decomposição, ou desmineralização, de áreas situadas abaixo da superfície do dente. Essa deterioração da superfície do dente é a cárie. Pense desta forma: Toda vez que comemos, ocorre um ataque ácido sobre o dente. O corpo contra-ataca lavando com saliva os restos alimentares e o ácido formado. A saliva não apenas tampona – ou neutraliza – os ácidos, mas também contém sais minerais (de cálcio e fosfato) que reconstroem as áreas desmineralizadas do dente ou atacadas pelos ácidos. Esse processo de reconstrução é conhecido como remineralização. As séries de ataque e reconstrução são como uma guerra dentro da boca: o corpo procura reagir para proteger os dentes dos problemas do dia-a-dia. Entendendo o que de fato provoca a formação da cárie e observando melhor cada um de seus três fatores contribuintes, podemos buscar outros meios de evitá-la.

Alimentação

Alimentos e bebidas consumidos por períodos prolongados entre as refeições podem deslocar o equilíbrio entre remineralização/desmineralização a favor da formação da cárie. Comidas que grudam no dente, como caramelo e uva passa, devem ser evitadas entre as refeições, porque provocam um ataque ácido forte demais para a saliva combater. Já quando ingeridos durante a refeição, esses alimentos favorecem o lado da pessoa e de seus dentes. Quando a criança dorme tomando mamadeira ou fica sempre de dia com uma mamadeira na mão, tanto de leite quanto de suco de fruta etc., sua boca se torna um campo propício para a produção de ácidos pelas bactérias e as cáries começam rapidamente a se formar. É o que chamamos de “cárie de mamadeira”. Para evitar a cárie, restrinja o consumo de doces, alimentos que grudam nos dentes e bebidas doces entre as refeições.

Bactérias Presentes na Placa

A placa bacteriana que se forma sobre os dentes deve ser removida por meio de escovação pelo menos duas vezes ao dia e uso de fio dental uma vez por dia. Normalmente, dentes limpos permanecem saudáveis. Certas bactérias promovem mais a cárie do que outras, porque sabem usar melhor os açúcares e amido dos alimentos do que outras. As chamadas streptococci mutans e lactobacillus são dois tipos dessas criminosas. Todo mundo tem pequenas quantidades desses tipos de bactéria na boca, mas ocorre às vezes de elas estarem presentes em quantidade maior. Nesse caso, a pessoa corre um risco maior de ter cárie, ou seja, de perder a guerra. O dentista pode colher uma amostra de saliva para medir a concentração dessas bactérias.

Estado de Saúde da Boca

O terceiro fator importante para a formação da cárie é a saúde dos dentes e da boca. Isso inclui tudo: formato, formação e posição dos dentes, saliva, tratamentos dentários e hábitos de saúde bucal. A saliva é muito importante e sua ação se dá em diversas frentes, principalmente na diminuição da perda mineral dos dentes e em sua substituição no processo de remineralização. Às vezes, porém, determinadas condições ou medicações influem na quantidade e na qualidade da saliva, permitindo a formação da cárie.

Maneiras de Evitar a Formação de Cáries

Selantes: As ranhuras e depressões de alguns dentes, como os molares, podem favorecer o surgimento de cáries, principalmente quando muito profundas. Uma maneira de evitar que o processo se instale é revestir essas áreas mais propícias com um material plástico chamado selante. Ao endurecer, ele age como barreira, protegendo a superfície do dente da placa e dos ácidos. Suplementos à base de Flúor: O flúor também desempenha um papel importante na prevenção da cárie. A adição desse elemento à água ou à fórmula do antisséptico bucal usado na limpeza rotineira diária dos dentes aumenta a proteção contra cáries e bactérias. Existem também suplementos à base de flúor que contribuem para a limpeza e saúde da boca. Paste de Dente com Flúor: Uma das melhores maneiras de evitar a perda mineral ou desmineralização dos dentes e reforçar o processo de substituição ou remineralização é usar pasta de dente com flúor. Uma pequena quantidade usada diariamente já faz a guerra da boca pender a nosso favor. Muitos estudos científicos realizados durante um bom período de tempo comprovaram que essa é uma das maneiras mais eficazes de combater a cárie. E recentes avanços na tecnologia melhoraram os cremes dentais ainda mais, introduzindo neles componentes antibacterianos, como o estanho, presente no fluoreto estanhoso.