Os dois tumores mais comuns em pacientes com HIV (* Problemas bucais)
oral-b products
ovelay
oral-b products
headerfirst headersecond headersecond
   
Arrow Left Voltar ao Buscador
   
oral-b products
buynowheaderfirst buynowheadersecond
oral-b products
headerfirst headersecond
oral-b products
headerfirst headersecond
dentist in office

Os dois tumores mais comuns em pacientes com HIV

Os pacientes com HIV/AIDS são propensos a uma ampla gama de problemas orais que incluem candidíase oral e doença periodontal. Além disso, podem aparecer tumores oportunistas na boca dos pacientes HIV positivos. Os dois mais comuns são o sarcoma de Kaposi e o linfoma não Hodgkin.

Sarcoma de Kaposi

Também denominado KS, é o tumor oral mais comum em pacientes HIV positivos. O KS é um câncer do revestimento endotelial dos vasos sangüíneos, e se manifesta na boca como lesões púrpuras não dolorosas que podem ser planas ou elevadas, e não ficam brancas ao serem pressionadas. O tratamento quimioterapêutico e o tratamento do HIV com terapêutica antirretroviral de alta atividade (HAART) podem melhorar o aspecto destas lesões. De fato, a freqüência do KS em pacientes com HIV diminuiu a partir do uso amplo do HAART.

Linfoma não Hodgkin

Este tipo de tumor aparece na boca como uma massa macia de rápido crescimento. É necessário efetuar uma biópsia para confirmar o diagnóstico, e nesse caso o tratamento padrão inclui radiação e quimioterapia.


Poucas vezes aparecem tumores oportunistas em pacientes com HIV antes que desenvolvam imunossupressão grave. As consultas dentais regulares são importantes para os pacientes com HIV em qualquer etapa da doença, a fim de detectar qualquer problema de saúde oral antes que se agrave.